COLUNA: Agora vai ?

Robert foi quem decretou a dramática vitória tricolor Foto: Kid Júnior

Robert foi quem decretou a dramática vitória tricolor
Foto: Kid Júnior

Por João Pedro Guedes
Siga o Nota Esportiva no Twitter: @EsportivaNota

Agora vai ? Essa foi a pergunta feita por grande parte dos tricolores após a vitória contra o Águia ontem no PV. Também pudera, após 5 anos de torneio, um deles sem o embate, o Fortaleza não tinha conseguido vencer, além é claro da traumática eliminação em 2010. O jogo virou motivo de chacota, e convenhamos, para a grandeza do Fortaleza possuir uma rivalidade com o Águia é de verdade vexatório. Para colocar um ar ainda mais dramático ao jogo, o gol que decretou a vitória tricolor só saiu aos 42 minutos do segundo tempo.

Apesar de uma maior presença no campo de ataque por parte do Fortaleza, o jogo parecia não encaixar no começo da partida e ocasionalmente o Águia assustava no contra-ataque. Claramente, jogar no erro do adversário, seria a postura adotada por toda a partida pelos paraenses. E assim foi. No decorrer da primeira etapa o leão foi melhorando e o primeiro tempo acabou com Bruno Colaço, o goleiro aguiano, como protagonista.

A segunda etapa começou novamente com o leão em cima mas o gol não saía. A entrada de Fernandinho na vaga de Radar, que não foi tão bem como contra o Salgueiro por exemplo, melhorou o poderio ofensivo mas conforme o tempo passava a torcida ficava cada vez mais apreensiva e com certeza a ideia em mente era ” como mais uma vez não vamos vencer esse time ? ” . A bola na trave de Robert aos 39, foi para os mais pessimistas o sinal final de que a vitória não viria naquela noite.

E por muito pouco o empate não virou derrota. Max Oliveira vem se mostrando um ótimo zagueiro com grande potencial, mas por muita vezes ele comete erros bobos por falta de experiência e as vezes por excesso de confiança. Aos 40 ele perdeu uma bola dentro da área para Leonardy, se o atacante do Águia fosse um pouco mais inteligente, a história do jogo poderia ser outra. Pelo bem do Fortaleza e de Max, Leonardy chutou em cima de Ricardo. Merecidamente, aos 42 após bate-rebate Robert marcou e fez explodir o PV com pouco mais de 10 mil pessoas. Era a segurança de que o tabu seria quebrado e o fantasma jogado para longe.

Para muitos ”entendedores” o Fortaleza só subiria após quebrar o tal tabu e vencer o time paraense. E agora, sábios, vai ? Só o tempo dirá. Por enquanto nos atemos ao presente: Liderança do grupo, 100% de aproveitamento e leão à solta.

Anúncios

Publicado em 13 de maio de 2014, em Colunas, Fortaleza e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: