Mauro Carmélio faz campanha pró-Del Nero, mas recusa cargo na CBF

Antes da Copa do Mundo, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) viverá outro momento importante em 2014. A entidade máxima do futebol brasileiro passará por eleições – em abril, provavelmente -, e deverá ter o paulista Marco Polo Del Nero como novo presidente. Favorito, o candidato da situação se movimenta para o pleito e procura aliados para formar a chapa. Em meio ao processo eleitoral, entretanto, Del Nero viu Mauro Carmélio, presidente da Federação Cearense de Futebol (FCF), recusar o cargo de vice-presidente da região Nordeste.

Mauro Carmélio abriu mão da vice-presidência na CBF (Foto: Divulgação/Site Oficial da CBF)

Mauro Carmélio abriu mão da vice-presidência na CBF (Foto: Divulgação/Site Oficial da CBF)

Aliado da alta cúpula da CBF desde a época de Ricardo Teixeira, Mauro Carmélio manteve boa relação com José Maria Marin e permaneceu como um dos principais parceiros do comando da entidade nacional. Esse status, no entanto, foi facilitado sobretudo pela presença de Marco Polo Del Nero, presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF) e amigo do dirigente cearense. Carmélio fala abertamente que Marin administra a CBF de forma diferente do amigo Ricardo Teixeira e discorda de alguns pontos. Por isso, segue mais próximo de Del Nero.

Candidato do atual presidente para as eleições deste ano, Del Nero recebeu prontamente o apoio de Mauro Carmélio, que passou até a fazer campanha entre os presidentes de federações. O mandatário da FPF, então, convidou Carmélio para ser vice da CBF no Nordeste – os dirigentes, inclusive, realizaram reuniões com outros possíveis membros da chapa. De acordo com o que o Nota Esportiva apurou, o presidente da Federação Cearense, porém, percebeu que o cargo é cobiçado por outros dirigentes e preferiu abrir mão, mas segue em campanha pró-Del Nero.

Vice-presidente da CBF na região Sudeste, presidente da FPF e membro dos Comitês Executivos da Fifa e da Conmebol, Marco Polo Del Nero, de 73 anos, deverá ser o único candidato nas eleições da entidade nacional – e eleito por aclamação, portanto. O grupo de oposição lançou Francisco Noveletto, presidente da Federação Gaúcha de Futebol (FGF), como candidato, mas ainda busca o apoio das oito federações e dos cinco clubes da Série A para que a chapa seja registrada, de acordo com o estatuto da CBF.

Afonso Ribeiro

Anúncios

Publicado em 18 de fevereiro de 2014, em Futebol Internacional. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: